as mãos de Bruna chegaram sem avisar. segurando o copo de kir…

as mãos de Bruna chegaram sem avisar. segurando o copo de kir royal. tirando os cabelos do rosto. desenhando joaninhas em meio a uma dança. as mãos de Bruna agiram sem pensar. discando os números de telefone. escrevendo os e-mails matinais. apertando a campainha do apartamento. as mãos de Bruna decidiram rápido. movimentando os dedos com nervosismo. escolhendo com cuidado o cd. abrindo o último botão da camisa. as mãos de Bruna derrotaram qualquer timidez. mostrando o desejo com arranhões. tirando a calcinha com as pernas no ar. apertando seios, barriga, cintura. as mãos de Bruna disseram sim. pintando as unhas de esmalte escuro. massageando corpo e ego. acenando uma volta em cada despedida.

e enquanto não voltam,

ou não ficam em definitivo,

as mãos de Bruna permanecem aqui. em um click.

(escrito em algum momento entre 2000 e 2004)

from spectorama http://spectorama.tumblr.com/post/13328858600/as-maos-de-bruna-chegaram-sem-avisar-segurando-o

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s